Weby shortcut
Tim Vos SBPJor

Tim Vos abre encontro nacional discutindo novos paradigmas na seleção de fatos no jornalismo

Pesquisador americano participou da conferência magna do evento realizado pela SBPJor. Nesta edição, a FIC/UFG recebe quase 500 jornalistas e pesquisadores de todo o país

Por Ana Luiza Tanno (monitora de jornalismo – SBPJor 2019)

Tim Vos SBPJorO 17º Encontro Nacional de Pesquisadores em Jornalismo, promovido pela Associação Brasileira de Pesquisadores em Jornalismo (SBPJor), teve seu início nesta quarta-feira, 06 de novembro, com o tema “Pesquisa Jornalística e Ética Profissional.” A abertura do evento ocorreu no anfiteatro do Institudo de Física da UFG e contou com a participação do Coral Vozes da Adufg, que apresentou três canções para os participantes. Neste ano, o evento é sediado na Faculdade de Informação e Comunicação (FIC/UFG) e conta com quase 500 jornalistas e pesquisadores de todo o país.

A mesa de abertura foi composta pelo Pró-Reitor em Pós- graduação, Laerte Guimarães, representando o reitor da UFG, pela diretora da SBPJor, Monica Martinez, pela Secrtária de Comunicação da UFG, Daiana Stasiak, pela diretora da FIC/UFG, Angelita Lima e pela coordenadora do Programa de Pós-Graduação FIC/UFG, Ana Carolina Rocha Pessoa Temer.

Laerte Guimarães destacou que o jornalismo é vital para o funcionamento da sociedade, e o quanto é bom que “jornalistas estão participando de pesquisas em graduação e pós-graduação e que bom que temos uma imprensa com as devidas competências que a sociedade precisa”. Monica Martinez disse que a reunião de jornalistas neste evento era muito gratificante e refletiu: “A única praga que fica na caixa aberta de pandora é justamente a esperança. Se para os gregos a esperança é tida como uma praga o que nos restaria nesses tempos difíceis? Foi aí que entendi que não devemos perder tempo esperando, que o caminho se faz ao se realizar as ações concretas e possíveis para o pesquisar”. A diretora da SBPJor agradeceu a diretoria da SBPJor, os anfitriões do evebto e os participantes. Angelita Lima destacou a importância de se defender a universidade pública e a necessidade do jornalismo na sociedade democrática. Ana Carolina Temer reiterou que “ser jornalista não é para amadores, tem que conhecer o contexto, viver os desafios, viver intensamente mudanças e estar constantemente em crise”.

Em seguida, o palestrante convidado, Tim Vos, apresentou reflexões sobre Gatekeeping e a importância de se discutir a forma como esta teoria se dá no século XXI, no que o autor chama de Seletividade Cognitiva. Diretor da Escola de Jornalismo da Michigan State University, nos Estados Unidos, e vice-presidente da Association for Education in Journalism and Mass Communication (AEJMC). O pesquisador, que também atuou como Coordenador de Iniciativas de Pesquisas Globais da Escola de Jornalismo da University of Missouri, Tim Vos diz ainda de uma nova faceta desta teoria jornalística, quando a seleção dos fatos é feita pelo próprio receptor, e não apenas pelos jornalistas.

No final da cerimônia de abertura, com a coordenação de Marli Santos (Cásper Líbero), ocorreu a entrega do prêmio Adelmo Genro Filho, em quatro categorias: Iniciação Científica, Pesquisa Aplicada, Mestrado e Doutorado. Ao final da entrega, o professor doutor Edvaldo Pereira Lima (USP), ganhador do prêmio na categoria sênior, fez um discurso de agradecimento e discorreu sobre importância do jornalismo literário no contexto atual. Em seguida um coquetel recepcionou os participantes do evento, que puderam desfrutar de comidas típicas de Goiás.

O 17º Encontro Nacional de Pesquisadores em Jornalismo ocorre até a próxima sexta-feira, 08 de novembro, e conta com o  apoio da Saneago, Café Rancheiro, Fundo de Arte e Cultura de Goiás, D.Kess, Mandastral, Antes do Ponto Final, Impactus Confecções e Arte Farmacêutica, CDL Anápolis e Biocap Indústria de Cosméticos.

Categories: SBPJor 2019 Fic ufg